Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Charme Fabuloso

Este é um cantinho fabuloso e cheio de charme onde eu vou partilhando as minhas experiências. Viagens e comida são os temas mais recorrentes aqui no blogue, mas não faltam assuntos sobre decoração e moda.

Charme Fabuloso

Fui aos Passadiços do Paiva e sobrevivi: 5 dicas

PASSADIÇOS DO PAIVA.JPG

 

 

Há já algum tempo que queria ir aos Passadiços do Paiva, em Arouca, que toda a gente falava como sendo espetacular e com uma vista magnífica ao longo do percurso. É tudo verdade, mas é um bocado duro para quem tem zero de preparação física. O dia seguinte foi o pior. 

 

Aproveitei o facto de haver um grupo organizado que ia fazer o passeio para ir também. Antes de ir, eu já tinha visto algumas imagens que as pessoas iam publicando no Facebook e fiquei com a perceção de que o caminho era quase todo plano. Em parte é, mas se iniciarmos o percurso na zona de Areinho começamos logo com mais de 400 degraus para subir. O resto do percurso é mais fácil porque a única escadaria que existe é para descer e o resto é mais ou menos plano. 

 

PASSADIÇOS.JPG

 

 

Não sei se foi pensado ou não, mas o facto dos passadiços acompanharem o percurso do rio é uma grande vantagem porque proporciona um vento leve fresquinho, que sabem bem durante a caminhada. Ao longo do percurso também existem algumas sombras e, mesmo num dia de muito calor, as sombras são relativamente frescas. 

 

O cenário é, efetivamente, magnífico. Não consigo descrever o que vi, mas só por ter um rio já embeleza aquele vale. Durante o passeio podemos observar um conjunto variado de plantas que dão cor à pedra. A meio do percurso existe uma espécie de praia fluvial e uma cascata, onde os caminheiros podem refrescar-se. Eu não sabia e, por isso, nem levei bikini, mas se forem levem. 

 

DSC_0042.JPG

 

DSC_0090.JPG

 

 

Posso dizer que gostei muito da experiência e do que vi. É duro, mas não digo que não volte a fazer. Se houver uma próxima vez, quero ir num dia com menos calor e/ou começar a caminhada mais cedo. Nós começamos quase às 11 horas, mas o ideal é começar às 8 porque está mais fresco e torna-se menos doloroso. 

 

Já alguém fez os Passadiços do Paiva? Como foi a experiência?

 

Podem ver mais fotos aqui.

 

Deixo-vos 5 dicas para sobreviverem a esta maratona com mais de 400 degraus:

 

1. Calçado e roupa confortável: Eu levei uns calções, uma t-shirt e fiz o percurso de sapatilhas. Mas na mochila levava uns chinelos para o final da caminhada. Levar biquini para ir à praia fluvial.

 

2. Usar protetor solar: Vi algumas pessoas com escaldões no final. Isto nem devia entrar como dica porque é básico, mas é mesmo importante usar protetor solar.

 

3. Levar água e alguma coisa para petiscar durante o caminho: Eu levei uma garrafa de água, pães de leite e pacotes de sumo.

 

4. Levar rebuçados para eventuais quebras de tensão: A mim não me aconteceu, mas com tanto calor e esforço pode acontecer.

 

5. Começar a caminhada cedo: O ideal é a partir das 8 horas da manhã.

 

 

7 comentários

Comentar post