Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Charme Fabuloso

Este é um cantinho fabuloso e cheio de charme onde eu vou partilhando as minhas experiências. Viagens e comida são os temas mais recorrentes aqui no blogue, mas não faltam assuntos sobre decoração e moda.

Charme Fabuloso

From Rome with love

ROMA E FLORENÇA CHARME FABULOSO (2).JPG

 

Dizem que Roma é a cidade mais romântica da Europa, estando mesmo à frente de Paris. Finalmente, eu já conheço as duas e posso concordar com o que tenho ouvido. De facto, Roma é uma capital muito inspiradora com muita coisa para ver e visitar, sendo bastante cosmopolita. 

 

ROMA E FLORENÇA CHARME FABULOSO (6).JPG

ROMA E FLORENÇA CHARME FABULOSO (7).JPG

 

Fui passar o meu aniversário a Roma, afinal só se faz 25 anos uma vez. Já conheço algumas cidades europeias, mas nunca tinha visitada nenhuma em Itália. Para além de Roma, também estive um dia em Florença e perdi-me de amores. Achei uma cidade linda, tal como eu tinha imaginado. Queria ter um adjetivo mais forte, mas não tenho só estando lá é que se percebe. 

 

ROMA E FLORENÇA CHARME FABULOSO (4).JPG

ROMA E FLORENÇA CHARME FABULOSO (5).JPG

 

Nos próximos dias vou publicar o roteiro que fiz de Roma e, depois, o que visitei em Florença. Fiquei atentos. Mas, para já, adianto-vos umas fotos para vos aguçar a curiosidade. 

 

 

ROMA E FLORENÇA CHARME FABULOSO (1).JPG

ROMA E FLORENÇA CHARME FABULOSO (3).JPG

 

Aproveitar as low cost...Barcelona

DSC_0783.JPG

 

 

Digo - muitas vezes - que Barcelona era uma cidade onde eu gostaria de viver. Pela jovialidade, pela cultura que oferece, pelas pessoas, pelas cores...Enfim, posso arriscar dizer que é uma das minhas capitais europeias preferidas. Felizmente, já tive oportunidade de visitar umas quantas vezes.

 

Este texto surge na sequência do publicado anteriormente sobre os Açores, em que eu disse que gosto imenso de viajar e, por isso, decidi fazer um apanhado de cada viagem que já fiz - estou a começar pelas mais recentes - e assim aproveito para partilhar algumas fotografias que tiro. 

 

A última vez que fui a Barcelona, no final de novembro de 2014 (parece que foi ontem), foi com o pretexto de ir visitar uma amiga. Foram quatro dias muito divertidos e, ao mesmo tempo, descontraídos porque não havia aquela pressão de ir visitar tudo e mais alguma coisa. Como eu já conhecia praticamente toda a cidade, apenas aproveitámos para passear e para comer bem. Houve apenas um local que eu fiz questão de visitar e que foi a primeira vez, que foi entrar na Sagrada Família. Posso dizer que valeu muito o que gastei para entrar lá, surpreendeu-me muito porque estava à espera de ver um interior vazio e isso não aconteceu. 

 

DSC_6794.JPG

DSC_6815.JPG

DSC_6826.JPG

DSC_6913.JPG

 

Nesta altura do ano, já foi possível ver enfeites de Natal e fomos a algumas feiras com produtos alusivos. Aproveitei para comprar um presépio e um Pai Natal (eu sei que é uma criação de uma marca muito conhecida mas eu gosto muito de Pais Natais). 

 

 

 

DSC_7738.JPG

 

Nesta viagem, andámos nas Ramblas, fomos ao Porto de Barcelona, ao mercado La Boqueria (para mim é sempre uma paragem obrigatória) e ao Bairro Gótico (que para mim é a zona mais gira da cidade). Penso que foram estes os locais principais que visitámos desta vez. Claro que faltou a Cidade Olímpica, as Casas Batló e a Milà, mais conhecida como La Pedrera, assim como o Parc Guell. Estes locais já tinha visitado anteriormente, portanto optámos por não visitar. 

 

DSC_7011.JPG

DSC_7040.JPG

DSC_7041.JPG

DSC_7056.JPG

DSC_7118.JPG

DSC_7129.JPG

DSC_7193.JPG

DSC_7335.JPG

DSC_7481.JPG

DSC_7503.JPG

DSC_7553.JPG

 

 

Uma das vantagens de visitar cidades espanholas são as tapas, que eu adoro. Desta vez, fomos a um sítio que se chama Eusebio onde comemos muitíssimo bem. Foi também nesta altura que descobri os 100 Montaditos, que já falei aqui no blog.

 

DSC_7200.JPG

 

 

Recordo-me que a primeira que vez que fui a Barcelona foi na viagem de finalistas do 12.º ano e, anos mais tarde, voltei a ir uns dias numas férias de verão (altura em que aproveitei para fazer praia).

 

 

Aproveitar as low cost...Açores

DSC_1171.JPG

 

 

DSC_1131.JPG

 

 

Já disse aqui o gosto que tenho em conhecer o mundo. Posso dizer até, que viajar é uma das coisas que me dá mais prazer na vida. Já conheço muitas cidades europeias à conta das companhias aéreas low cost, que apresentam preços bastante competitivos relativamente às restantes companhias. 

 

Posso dizer que a primeira vez que andei de avião, há 11 anos, fiz um voo transatlântico. Desde essa altura nunca mais parei e costumo viajar, pelo menos, uma vez por ano. Ajuda muitíssimo ter amigas e familiares a viver no estrangeiro e, por isso, vou sempre vê-las onde quer que estejam. É um bom pretexto para conhecer sítios novos!

 

É engraçado como, por vezes, vamos a capitais como Paris, Londres, Amesterdão, Bruxelas, entre outras onde já fui, e não conhecemos os nossos arquipélagos. A verdade é que, há pouco mais de um ano e meio, as viagens para Açores e Madeira eram ao preço do ouro. Hoje, as companhias aéras low cost vieram facilitar muito as deslocações entre o continente e as ilhas e vice-versa. 

 

Assim, no mês de junho fui passar uma semana a São Miguel (Ponta Delgada). Foi a primeira vez que fui e fiquei muito bem impressionada. Fui numa época ótima e tive muita sorte com o tempo porque estava sol, mas não demasiado calor, e só apanhei uma manhã de nevoeiro. Visitei a ilha de uma ponta à outra na companhia da Azores Magic Tours (http://www.azoresmagictours.com/; https://www.facebook.com/www.azoresmagictours.pt/timeline) que para além do bom serviço que prestaram ao longo de dois dias de visitas são de uma extrema simpatia. O Denis e a Maria são um casal e fundaram esta empresa, já o Nicolau é um dos colaboradores. 

 

1921919_1543357845895701_8744656463642382739_n.jpg

 Denis e Maria, proprietários da Azores Magic Tours

 

Existem vários percursos já definidos, que incluem almoço porque são o dia todo. Eu optei por comprar os circuitos Furnas e Nordeste; Sete Cidades e Lagoa do Fogo. Mas também há opções para quem quer fazer só meio-dia. para visitar a ilha também há a opção de alugar carro, mas é, de longe, preferível comprar este serviço porque vamos a sítios onde sozinhos nunca iríamos. 

 

Para o alojamento escolhi a Residencial São Miguel (http://www.residencialsaomiguel.com/p_04.php), onde também fui muito bem recebida. O quarto era limpo, tinha casa de banho privativa e incluía pequeno almoço. A residencial fica num local muito central da cidade, onde há cafés, bares e restaurantes.

 

DSC_1449.JPG

 

Posso dizer que foi uma viagem muito gira com a melhor companhia. A ilha é linda e tem paisagens indescritíveis onde o verde é a cor que predomina. Quero ainda realçar que, embora sejamos todos portugueses, os residentes/naturais de São Miguel são bastante mais educados, principalmente na condução. 

 

DSC_1251.JPG

 

DSC_1257.JPG

 

DSC_1388.JPG

DSC_1430.JPG

DSC_1432.JPG

 

De Viana a Ponte de Lima...com amor

DSC_0014.JPG

 Praça da República, Viana do Castelo

 

Quando se ouvem vozes que dizem: "Tantos sítios bonitos no país para visitar e vai-se para fora". É verdade, tenho que confessar. No entanto, também é giro viajar para o estrangeiro para ver as maravilhas (realidades) que existem por esse mundo. 

 

O destino foi Viana do Castelo e, depois, Ponte de Lima (que é só a oitava maravilha do mundo). Eu já sabia que era locais bonitos pelo que vi na Internet, mas na realidade as expetativas foram superadas, em particular com a segunda paragem. 

 

De Viana do Castelo posso dizer que é uma cidade muito agradável, onde as pessoas são muito simpáticas e prestáveis. Aqui, estivemos um dia em que foi possível visitar o porto de Viana do Castelo, o navio-hospital Gil Eannes, a praça da República, a ponte Eiffel e o Santuário de Santa Luzia. 

 

DSC_0120.JPG

 Navio-Hospital Gil Eannes

 

DSC_0132.JPG

 Santuário de Santa Luzia

 

A Albergaria Margarida da Praça, localizada no largo 5 de Outubro, em Viana do Castelo, foi o local escolhido para passar a noite. A simpatia dos funcionários da albergaria é o que destaco em primeiro lugar. Porém, é preciso dizer ainda que é um local muito fofinho para passar uma ou várias noites. Os nomes dos quartos são bastante sugestivos: romã, anís, camomila, canela, baunilha, tília, rosa, entre outros. Quem quiser dar uma espreitadela pode fazê-lo aqui: https://www.facebook.com/margaridadapraca/timeline. Desde a decoração dos quartos ao ambiente agradável que se vive neste edifício totalmente recuperado, tudo me encantou. 

 

11751962_868658559875742_277881068389590220_n.jpg

10858524_747517975323135_5217177968063901374_n.jpg

 

 

10314588_737621906312742_5133590374334042141_n.jpg

 

1486718_736479209760345_8573863255483496207_n.jpg

Albergaria Margarida da Praça

 

Em Ponte de Lima só estive um dia. Posso dizer que foi amor à primeira vista e confirma-se que é a vila portuguesa mais romântica que conheço (já me tinham dito!). A ponte romana sobre o rio Lima é um dos ícones desta vila, em que é possível tirar fotografias muito giras. A muralha medieval que cerca a vila é outro dos fatores de destaque deste local que lhe dá uma beleza única, na minha opinião. Também em Ponte de Lima as pessoas foram muito simpáticas e atenciosas. 

 

DSC_0164.JPG

 

DSC_0170.JPG

DSC_0189.JPG

 Ponte de Lima

 

Da próxima vez, quero (muitíssimo) voltar a Ponte de Lima e, de seguida, visitar Arcos de Valdevez.